APEPREM

Notícia

Pela 1ª vez, servidor público assume a Previdência

(01/04/2010)



Primeiro servidor público a assumir o Ministério da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas fez nesta quarta-feira uma forte defesa do sistema previdenciário, ao receber o cargo do antecessor, José Pimentel, que deixou o governo para disputar as eleições de outubro.

Gabas afirmou, em discurso, que a Previdência deixou de ser "um mal" e passou a ser a maior política de distribuição de renda do País. "A Previdência foi duramente atacada. Era tida como um problema, um mal que deveria ser extirpado", disse Gabas. "Era simples a alternativa da previdência privada. Mas qual empresa privada vai olhar para os pobres?"

Para ele, não adianta o País crescer sem olhar para as pessoas. "A Previdência é a maior política de distribuição de renda", afirmou. Gabas acrescentou que a sociedade brasileira não aceitará retrocessos, não importa quem seja o novo presidente da República.

Servidor público desde 1985, quando ingressou como agente previdenciário, Carlos Eduardo Gabas assumiu a Secretaria Executiva do Ministério da Previdência em 2005.

Agora, substitui José Pimentel, pré-candidato ao Senado pelo PT do Ceará. "Aqui na Previdência não tem substituição. O que tem é continuidade", afirmou Pimentel.

Também participaram da cerimônia de transmissão de cargo os ex-ministros da Previdência Ricardo Berzoini, Romero Jucá e Luiz Marinho. Todos afirmaram que o sistema previdenciário deixou de ser um problema para o Estado.

"A Previdência movimenta um volume de dinheiro do tamanho do da Petrobras. Problemas sempre existirão", afirmou Berzoini, primeiro ministro da Previdência do governo Lula. "O importante é a capacidade de recursos humanos e tecnológicos, e a vontade política para transformar problemas em soluções."

Fonte: Terra



Patrocinadores